DFN Advogados

Artigos

Advogados sugerem a regulamentação do Ato Médico para a solução dos conflitos

A regulamentação do Ato Médico como caminho para aumentar a resolutividade entre as questões que envolvem Direito e Saúde. Esta foi uma das afirmações feitas na manhã de hoje, 1, durante o painel de abertura da II Jornada Médico-Jurídica do RS, em Bento Gonçalves. A promoção é do Sindicato Médico do RS (SIMERS), da Associação Gaúcha de Estudos em Direito, Medicina e Saúde (Agadimes), e da Federação Nacional dos Médicos (Fenam), que também realiza o seu oitavo evento sobre o tema.

Mais de 200 participantes, entre médicos e operadores do direito de todo o País, conferiram o primeiro debate da Jornada. Com o título Responsabilidade dos profissionais da Saúde, o painel foi coordenado pelo médico paulista José Murisset, que recebeu na mesa os advogados Washington Fonseca e Emerson Eugênio de Lima, de São Paulo, Eduardo Dantas, de Pernambuco, e o gaúcho Alexandre Wunderlich.

Segundo o mediador da mesa, Washington Fonseca, este é um dos eventos mais importantes no cenário nacional, ao buscar alternativas para a resolução de conflitos nestas áreas. O advogado afirma que um dos passos fundamentais neste processo seria a regulamentação do Ato Médico. “A partir da definição dos limites entre as profissões, consequentemente, as questões de Saúde e Direito terão mais probabilidade de solução”, destaca.

A Jornada Médico-Jurídica termina nesta sexta-feira, 2, quando reúne palestrantes nacionais e internacionais no Centro de Eventos do Hotel Dall´Onder. Saiba mais no www.agadimes.org.br.

Fonte: Simers

Posted in: Eduardo Dantas, Notícias e Destaques, Washington Fonseca

Leave a Comment: (0) →

Leave a Comment